Perito: Entenda Mais Dessa Profissão e Seus Tipos Existentes

Você já ouviu falar no trabalho de um perito? Provavelmente sim, todos ouvimos, mas, o que eles fazem?

Vemos diversos profissionais atuando na área da perícia, o que levanta muitas questões a respeito dessa profissão.

Afinal, isso quer dizer que qualquer pessoa pode atuar na área da perícia? Ou então, é simples se tornar esse profissional?

São muitas as dúvidas que surgem por não ser uma profissão tão mencionada quanto deveria.

Portanto, continue lendo o artigo para aprender tudo sobre essa profissão e sobre o que ela pode fazer.

Perito: O que é e o Que faz um perito?

Muitos já ouviram falar na profissão de perito, e se sentem um pouco perdido, afinal, o que é um perito e quem pode ser esse profissional?

Para começar, qualquer pessoa com algum tipo de formação pode se tornar um perito, pois existem diversos tipos de perito.

Em geral, são profissionais com alguma formação, podendo ser autônomos, aposentados ou até mesmo empregados com carteira assinada.

O importante é que a pessoa deve ter algum conhecimento, ser especialista em alguma área, para então virar perito naquele assunto. Pois, é isso que um perito irá fazer.
Ele vai usar o seu conhecimento em certa área para ajudar alguém, resolver alguma questão, seja judicial, burocrática ou até mesmo criminal.

Com isso, uma das principais vantagens dessa profissão é a liberdade e conseguir ter uma renda extra, além da sua atividade profissional principal.

Apesar disso, é possível sim fazer com que a perícia se torna a sua principal fonte de renda.
Sendo um trabalho que permite uma boa flexibilidade de horário, com um pagamento excelente em muitos casos e que pode ser feito de qualquer lugar.

Afinal, você pode atuar como perito de forma autônoma, sem precisar seguir as ordens de ninguém para fazer o seu trabalho.

o que é um perito

Qual é a função de um perito?

O perito é nada mais nada menos do que uma pessoa especializada em determinado assunto, que deve auxiliar na tomada de decisão de alguém ou a resolver questões relacionadas a esse assunto.

Em geral, quando falamos de perito, falamos do perito judicial. Esse profissional irá auxiliar o juiz na tomada de decisão em um caso.

Vamos supor que está rolando um processo, que envolve um acidente químico de uma empresa.

O juiz não tem o conhecimento técnico suficiente para avaliar o acidente química, pois ele não é obrigado a entender sobre química.

Então, será chamado um perito especialista em química para analisar os dados tecnicamente e mostrar para o juiz, dando o seu parecer sobre o acidente.

O mesmo acontece em casos de fraude de documentos, por exemplo. Existe um perito especializado em escritas, capaz de dar a sua opinião ao juiz se a escrita analisada é de quem diz ser.

Mas, esse profissional não atua apenas para o juiz, ele pode atuar para as partes do caso, assim como pode ser contratado por pessoas que queiram resolver outras questões, não precisando ser em um tribunal.

O que é preciso para ser perito?

Portanto, na verdade, não é tão difícil ser um profissional de perícia.Você precisa ter alguma formação, ser especializado em alguma área.

Então, se você tiver alguma formação, você deve fazer um curso de perícia judicial para aprender a utilizar esses conhecimentos na perícia.

Esses cursos não duram muito e são um investimento que valem a pena, sendo possível ter o retorno nos primeiros meses de trabalho.

Existem ainda, cursos feitos já para você praticar alguma perícia específica. Por exemplo, você pode ser formado em administração, mas fazer um curso de perícia grafotécnica, e atuar nessa área.

Mas, existem algumas exceções. Por exemplo, há o perito criminal, que é o forense, atuando em cenas de crime e em investigações. Nesses casos, é necessário fazer um concurso para poder atuar

Quais tipos de perito existem?

Mas, afinal, quais são os tipos de perito que existem? Como já foi falado, são muitos os tipos, como:

  • Administrativo;
  • Economista;
  • Criminal;
  • Médico;
  • Do meio ambiente;
  • Avaliador de imóveis;
  • De engenharia;
  • Agrônomo;
  • Grafotécnico;
  • E muitos outros.

A maioria das perícias são aquelas onde você já tem uma formação, e precisa apenas de um curso para atuar na perícia.

Mas, aquelas que não precisam dessa formação são as que se destacam, como avaliador de imóveis, grafotécnico e criminal.

Pois, esses 3 tipos de perícia são específicos, e você precisa fazer um curso para aprender e atuar nessas áreas.

Conclusão

Então, agora você já sabe o que um perito faz e como se tornar um. Pode parecer um pouco confuso, mas é bem simples na verdade.

Em geral, você irá precisar apenas fazer um curso. Esse curso sempre vale a pena pois é uma profissão que dá um excelente retorno financeiro.

Além disso, não é tão popular assim. Com isso, poucas pessoas no mercado atuando na área, significa mais trabalho para você.

E aí, está esperando o que para investir nessa profissão? Se interessou? Conta pra gente nos comentários.